Bem-vindo!

BEM-VINDO! Você esta convidado a participar desta conversa comigo. Vou contar, informar, reclamar, desabafar, avisar, ou seja, será o nosso espaço para tratarmos dos mais variados assuntos. Por você estar aqui, OBRIGADA!


martes, 20 de octubre de 2009

LA VIRGEN DE NUESTRA SEÑORA DE COROMOTO





Sábado, ao irmos almoçar em La Candelaria, reduto de ótimos restaurantes espanhóis e portugueses, tivemos uma supresa incrível. Vimos a procissão da Virgem de Coromoto, super venerada na Venezuela. Inclusive existem várias pessoas que se chamam Coromoto (seria como as Aparecidas no Brasil, que receberam seu nome em honra a nossa Senhora Aparecida).





Aqui vai a história de Coromoto para vocês conhecerem.




LA VIRGEN DE NUESTRA SEÑORA DE COROMOTO é a patrona da Venezuela e é venerada não só em Guanare (estado PORTUGUESA), onde apareceu há mais de 350 anos, como em todo o País.
Contam que em 1591, quando foi fundada a cidade de Guanare, os seus habitantes originais, os índios COSPES, fugiram para a selva, o que dificultava a evangelização do povo indígena pela Igreja católica. Em 1652, o cacique COROMOTO e sua mulher cruzavam um rio quando viram uma senhora de extrema beleza, a qual se dirigiu a eles e pediu, na língua dos índios, que eles fossem à casa dos brancos e pedissem para jogarem água em suas cabeças, pois desta forma eles iriam ao Céu.




Juan Sánchez, um espanhol, permaneceu oito dias na tribo, preparando-os para o batismo, o qual seria realizado em um ângulo que se formava entre os rios Guanaguanare e Tucupido. O processo de catequização teve início.

Mas nem todos os índios seguiram os novos ensinamentos, entre eles, Coromoto, por sentir saudade da vida livre na selva. No entanto, em 8 de setembro de 1652, a virgem aparece novamente para Coromoto, sua mulher, sua cunhada Isabel e seu sobrinho. O cacique agarra uma flecha e tenta matá-la. Mas a virgem desaparece, não sem antes deixar em suas mãos um pequeno pergaminho com sua imagem. Juan Sánchez recupera o pergaminho e o leva para a Igreja de Guanare em 1654 e ali permanece até 1987, quando este é levado para o “Santuario Nacional Nuestra Señora de Coromoto”, templo construído no lugar desta segunda aparição.



O cacique Coromoto foge novamente para a selva e ao ser mordido por uma cobra venenosa, volta seu coração a Deus e pede pelo batismo, tornando-se apóstolo junto ao seu povo, conhecida como uma das comunidades mais fervorosas.


video

1 comentario:

pblower dijo...

Foi realmente lindo participar da procissão. Foi inesperado, mas muito comovente.

beijocas

pat